Ir direto para menu de acessibilidade.
Inicio contedo da pgina

Informativos


Produção científica

Ex-bolsista da CAPES investiga alternativa para análise e combate de microplásticos em praias


Segunda, 16 Dezembro 2019

Ex-bolsista da CAPES investiga alternativa para análise e combate de microplásticos em praias (Foto: reprodução Google)Lembretes, bloco de notas, despertador, acesso a redes sociais... Para muitas pessoas, a vida hoje depende das tecnologias proporcionadas pelos smartphones. A pesquisadora Thaiane Santos da Silva, ex-bolsista da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) e mestra pelo Programa de Pós-Graduação em Oceanografia da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), foi além e enxergou outra funcionalidade para esse aparelho, utilizando-o como ferramenta para monitorar e conter a propagação de microplásticos (MPs) descartados nos ecossistemas costeiros e marinhos.

O método inédito de captura remota de imagens feitas com o smartphone é uma possível alternativa para identificação de poluentes em praias. Thaiane explica que a pesquisa foi motivada a partir da busca por uma metodologia de estudo de baixo custo e que permitisse análises com rapidez. “Além disso, o método surgiu a partir da percepção de vantagens em estudos de lixo marinho usando sistemas de imagens (fotos e vídeos de sistemas de câmeras) e lacunas (estudos que usam essas metodologias abrangem apenas detritos de tamanho macro, em escalas de cm e microplásticos podem ser subestimados)”, pontua a cientista.

Segundo Thaiane, quanto mais simples forem as amostragens com imagens que revelem a poluição, melhor para gerar dados científicos em maiores escalas, ajudando a otimizar o estudo de MPs. Atualmente, o monitoramento é realizado convencionalmente através do método direto − coleta e análise laboratorial −, sendo esse um protocolo que demanda mais recursos, tempo, mão de obra especializada e alto custo.

A partir dos experimentos, o estudo concluiu que a técnica inédita para verificar a detecção de MPs por imagem necessita de aprimoramentos futuros, a fim de ajudar em uma determinação mais exata da quantidade de objetos. O trabalho destaca ainda sistemas de câmeras (webcam e drone) como potenciais ferramentas de monitoramento e identificação, podendo funcionar como aliados na divulgação do alerta sobre a necessidade da preocupação ambiental, embora necessite da interpretação das imagens coletadas juntamente com software de segmentação e classificação.

Thaiane Santos da Silva é ex-bolsista da CAPES e mestra pelo Programa de Pós-Graduação em Oceanografia da UFPE (Foto: acervo pessoal)“Celulares são ferramentas comuns e disponíveis à população, por isso podem ser muito úteis no combate à poluição marinha por MPs, pois possibilitam a participação da sociedade na geração de dados científicos”, avalia Thaiane. Para ela, o envolvimento de voluntários diminuiria os custos com pesquisas científicas e incentivaria o crescimento de projetos de ciência cidadã.

Em sua dissertação, a autora explica que iniciativas assim podem ser observadas em aplicativos como “Clean Swell”, “Marine Debris Tracker” e “Creek Watch”, que contam com a elaboração de estudos científicos em que, após identificarem lixo marinho, voluntários/usuários tiram fotos e as direcionam para uma base de dados. “Esses dados auxiliam pesquisadores na identificação do lixo e contribuem para o desenvolvimento de políticas de monitoramento e solução para o problema”, afirma.

A investigação está detalhada na dissertação “Detecção de microplásticos em praias: uma proposta alternativa de monitoramento com imagens”. O estudo está disponível no repositório institucional da UFPE, mas também está em fase de revisão para submissão a revistas científicas como Remote Sensing of Environment, Marine Pollution Bulletin, International Journal of Remote Sensing e Environment International. Os títulos indicados pela pesquisadora para possível submissão estão disponíveis no acervo do Portal de Periódicos da CAPES.

Como usuária do Portal, Thaiane sinaliza a relevância da disponibilização do variado acervo, que alcança todas as áreas do conhecimento em quantidade e qualidade: “no meio acadêmico e como pesquisadora é de extrema importância acompanhar os estudos que estão sendo feitos no mundo. Utilizo o Portal de Periódicos para buscar bibliografias, além da pesquisa direta em revistas científicas”. Entre os recursos mais utilizados, Thaiane cita as bases Scopus e Web of Science.

Sobre sua experiência como bolsista da CAPES, a pesquisadora relata: “fazer pesquisa exige dedicação exclusiva, sem atividade paralela remunerada, então a bolsa da CAPES foi de suma importância; ajudou a me manter na cidade (morava em Belém e fui para Recife cursar a pós-graduação na UFPE) e também nos custos das idas a campo (13 praias) para coleta de material para o estudo. Sem esse suporte, eu não teria feito o mestrado e não seguiria na trajetória acadêmica. Meu objetivo é me manter fazendo ciência e contribuir para a pesquisa do Brasil”.

Com informações da Assessoria de Comunicação da UFPE

Verifique o conteúdo do Portal de Periódicos disponível para sua instituição

O Portal de Periódicos autoriza a reprodução parcial ou total de suas notícias desde que seja citada a fonte: "Portal de Periódicos da CAPES"



Informativos relacionados

  • 13.09.19
  • 00:09
Relatório bibliométrico revela desempenho e tendências da pesquisa brasileira
Produzido pelo Web of Science Group, da Clarivate Analytics, o documento apresenta dados sobre a produção científica nacional entre 2013 e 2018
  • 06.03.18
  • 03:03
Pesquisa modela a dinâmica de espalhamento de notícias na mídia online brasileira
Publicado pelo periódico Social Network Analysis and Mining, o estudo teve o intuito de identificar quais fatores fazem com que certas notícias tenham maior alcance do que outras
  • 11.01.18
  • 03:01
Pesquisa analisa concentração de PM2.5 no ar em cidades de clima tropical
O Brasil ainda apresenta poucos dados sobre a poluição atmosférica e o trabalho vem para contribuir com a reversão dessa realidade. Os resultados foram publicados pelo periódico Air Quality, Atmosphere & Health
  • 11.10.16
  • 03:10
Compostos emitidos por veículos contaminam plantações próximas a rodovias
Segundo Fernanda Soares, autora do trabalho, o consumo de vegetais contaminados pelo ser humano pode acarretar uma série de prejuízos para a saúde. Os resultados da pesquisa estão disponíveis pelo Portal de Periódicos, no título Food Chemistry
  • 23.09.16
  • 03:09
Violência doméstica contra a mulher deve ser discutida e revertida
Análise brasileira indica o ciclo da violência e propõe soluções para auxiliar gestores na tomada de decisão. O artigo científico foi publicado pelo Journal of Human Growth and Development – publicação disponível no acervo no Portal de Periódicos
Fim do contedo da pgina