Ir direto para menu de acessibilidade.
Inicio contedo da pgina

Notícias


Produção científica

Produção científica é fundamental para combate ao zika vírus


Terça, 15 Dezembro 2015

Aedes aegypti, que transmite dengue e chikungunya, também pode transmitir o zika vírus (Foto: CDC-GATHANY/PHANIE/AFP - Reprodução G1))O Ministério da Saúde divulgou no dia 8 de dezembro o número atualizado de casos de microcefalia no Brasil em 2015: são 1761 registros, distribuídos por 422 cidades de 14 unidades da federação – contra 147 casos registrados em 2014. O motivo da grande quantidade de recém-nascidos com malformação foi recentemente associado à contaminação de gestantes pelo zika vírus, transmitido pela picada do mosquito Aedes aegypti.

Por ter se tornado uma situação de emergência em saúde pública de importância nacional no país, a associação da microcefalia ao zika vírus tem sido amplamente debatida. Mesmo antes do aparecimento desses casos específicos, a doença já se fazia presente no hall de patologias mais preocupantes. O periódico Weekly Epidemiological Record (disponível para os usuários do Portal de Periódicos da Capes) publicou em novembro o artigo “Zika virus outbreaks in the Americas”. O texto relata que o Ministério da Saúde confirmou, em maio de 2015, a transmissão do vírus no país.

Segundo a análise, este foi o primeiro surto documentado no Brasil e nas Américas. Em outubro de 2015, 14 estados confirmaram a transmissão do zika: Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Roraima e São Paulo. Até 2007, o vírus causou somente infecções humanas esporádicas na África e Ásia.

Os recentes surtos de infecção em diferentes regiões do mundo ressaltam o potencial para o vírus se espalhar ainda mais nas Américas e além, onde o vetor está presente. O problema é tão relevante que tem a atenção inclusive da Organização Mundial de Saúde (OMS), que vem se pronunciando acerca do assunto. Em conjunto com a Organização Pan-Americana de Saúde, a OMS emitiu no dia 1º de dezembro um alerta mundial sobre a epidemia de zika vírus.

No comunicado, a organização pede aos países-membros que estabeleçam capacidade de diagnóstico da doença e que se preparem para um aumento no número de casos, reforçando o atendimento pré-natal e neurológico. O documento divulgou mapas comparativos de 2014 e 2015, que corroboram a explosão de casos de microcefalia no Nordeste, onde os casos se multiplicaram 20 vezes.

Segundo a OMS, somente neste ano foram confirmados casos de zika em nove países das Américas: Brasil, Chile, Colômbia, El Salvador, Guatemala, México, Paraguai, Suriname e Venezuela.

Produção científica deve ajudar no controle da doença

Segundo o Instituto Ciência Hoje (ICH), diversas instituições de pesquisa brasileiras já atuam para tentar desvendar desde a interação do zika vírus com o Aedes aegypti e com o organismo humano até as complicações neurológicas associadas à doença. “Está todo mundo trabalhando em busca de explicações. São muitas perguntas a serem respondidas”, disse ao ICH o infectologista Kleber Luz, pesquisador da Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Outra proposta de estudo é liderada pelo virologista Rafael Franca, do Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães, unidade da Fundação Oswaldo Cruz em Pernambuco. O projeto, financiado por um convênio entre Reino Unido e Brasil, é desenvolvido em parceria com o Center of Virus Research da Universidade de Glasgow (Escócia) e conta com a colaboração da Universidade de São Paulo. “Cada centro vai abordar um aspecto, do desenvolvimento de novas ferramentas de análise e técnicas moleculares à criação de métodos de detecção de vírus e testes sorológicos, já que ainda não existe um kit específico para seu diagnóstico”, explica Franca.

O Portal de Periódicos da Capes é um forte aliado para a estruturação desses estudos. Com um universo de publicações relacionadas à área, o conteúdo assinado pela Capes permite ao pesquisador localizar informações relevantes de diversas formas. Entre as opções está a busca por assunto, que oferece, a partir de uma palavra-chave, uma lista com todo o material disponível no Portal sobre o tema. Nessa alternativa, é possível também personalizar e refinar os resultados, além de classificar por relevância, data, mais acessados, autor e título.

 

Alice Oliveira dos Santos


Notícias relacionadas

  • 13.09.19
  • 00:09
Relatório bibliométrico revela desempenho e tendências da pesquisa brasileira
Produzido pelo Web of Science Group, da Clarivate Analytics, o documento apresenta dados sobre a produção científica nacional entre 2013 e 2018
  • 06.03.18
  • 03:03
Pesquisa modela a dinâmica de espalhamento de notícias na mídia online brasileira
Publicado pelo periódico Social Network Analysis and Mining, o estudo teve o intuito de identificar quais fatores fazem com que certas notícias tenham maior alcance do que outras
  • 11.01.18
  • 03:01
Pesquisa analisa concentração de PM2.5 no ar em cidades de clima tropical
O Brasil ainda apresenta poucos dados sobre a poluição atmosférica e o trabalho vem para contribuir com a reversão dessa realidade. Os resultados foram publicados pelo periódico Air Quality, Atmosphere & Health
  • 11.10.16
  • 03:10
Compostos emitidos por veículos contaminam plantações próximas a rodovias
Segundo Fernanda Soares, autora do trabalho, o consumo de vegetais contaminados pelo ser humano pode acarretar uma série de prejuízos para a saúde. Os resultados da pesquisa estão disponíveis pelo Portal de Periódicos, no título Food Chemistry
  • 23.09.16
  • 03:09
Violência doméstica contra a mulher deve ser discutida e revertida
Análise brasileira indica o ciclo da violência e propõe soluções para auxiliar gestores na tomada de decisão. O artigo científico foi publicado pelo Journal of Human Growth and Development – publicação disponível no acervo no Portal de Periódicos
Fim do contedo da pgina