Ir direto para menu de acessibilidade.
Inicio contedo da pgina

Notícias


Divulgação Científica

Artigo apresenta ferramenta de gestão de saneamento sustentável para áreas isoladas


Segunda, 12 Agosto 2019

Artigo apresenta ferramenta de gestão de saneamento sustentável para áreas isoladas (Google Imagens)Existe uma gama mundial de diretrizes técnicas de saneamento centradas em comunidades pequenas ou tradicionais e isoladas que visam alternativas ecológicas. No entanto, ainda não existia um recurso computacional com um banco de dados para conectar essas diretrizes, propiciando uma única referência para a tomada de decisão voltada ao conceito de saneamento orientado a recursos. Até que um grupo de pesquisadores do Mato Grosso do Sul decidiu encarar o desafio e dar um passo à frente no assunto.

Assim, uma ferramenta de fácil utilização foi desenvolvida usando uma abordagem participativa para o processo de tomada de decisão, desde a escolha de soluções técnicas até um tipo de gerenciamento de sistema. Os resultados obtidos a partir de um estudo piloto indicam que a ferramenta proposta ajudará no processo para ajudar não só na escolha de soluções de saneamento sustentável, mas também em opções sustentáveis ​​de operação e manutenção dos sistemas.

Os resultados do trabalho Sustainable Sanitation Management Tool for Decision Making in Isolated Areas in Brazil estão disponíveis para a comunidade acadêmica brasileira por meio do Portal de Periódicos da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), no International Journal of Environmental Research and Public Health.

“O objetivo é organizar as informações, auxiliar no processo decisório, ampliar o leque de tecnologias sustentáveis para tratamento, reuso e conservação de águas em comunidades isoladas e habitações de forma geral (ambiente urbano)”, conta Fernando Magalhães Filho, autor do trabalho. Ele explica que o recurso é de fácil utilização tanto para quem gerencia, como para quem preenche o questionário em campo – ou seja, tanto para o gestor, como para o técnico.

Segundo o cientista, a ferramenta foi desenvolvida com foco na Fundação Nacional de Saúde (Funasa) – instituição financiadora da pesquisa –, “para gerir as informações, realizar a gestão das comunidades, e captar mais dados com relação às opções ecotecnológicas para esgotamento doméstico”. “A ferramenta pode ser usada por companhias de saneamento e prefeituras, além de cientistas e pesquisadores da área”, indica Filho. Uma nova versão simplificada será feita para atender os demais grupos de usuários.

O pesquisador Fernando Magalhães Filho e as autoras do artigo apresentando o CataloSan (acervo pessoal)A pesquisa nasceu do projeto de mestrado de Fernando, escrito com a orientadora Paula Loureiro Paulo, da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS). “Observamos que poderíamos fazer mais que desenvolver, adaptar e otimizar tecnologias, e que era necessário trabalhar com gestão (planejamento e gerenciamento). Haviam poucos estudos com comunidades indígenas e muito menos com quilombolas. Naquele momento, notamos que gastávamos muita energia com as tecnologias e muito pouco com a aplicação nas comunidades, trabalhando a questão da percepção com relação ao saneamento e ao meio ambiente, o processo participativo na tomada de decisão, o desenvolvimento humano, entre outras questões que possibilitem propiciar autonomia para comunidades isoladas”, detalha.

O software ainda não está oficialmente em uso devido a uma série de fatores – incluindo custos com servidor, equipe técnica e outros –, mas foi utilizado com sucesso em um case e já tem previsão para novas aplicações no próximo ano. “Após a aplicação, a comunidade Furnas do Dionísio, em Jaraguari/MS, escolheu uma opção viabilizada, executou sem recursos públicos, utiliza o sistema de saneamento implementado, realiza a manutenção e sabe operar. Melhorou a condição local, evitando o contato de esgoto com animais e crianças, e trouxe benefícios econômicos com as atividades de turismo no local e a produção de alimentos”, comemora o pesquisador.

Fernando Filho é usuário do Portal de Periódicos da CAPES e utiliza o acervo em todo o processo de pesquisa, “desde a etapa de projeto até o desenvolvimento da tese e a publicação dos artigos”. Segundo ele, o Portal é fundamental para a comunidade acadêmica: “nos traz dinamismo, eficiência e qualidade na produção tecnológica e científica. Permite nos conectar com a atualidade e capacitar melhor nossos alunos”. O pesquisador conclui: “o Portal de Periódicos apresenta diversos benefícios, desde o gerenciamento do que temos mais interesse até a facilidade e a possibilidade de estar em contato com o que há de mais novo na ciência”.

Os usuários podem acessar a pesquisa Sustainable Sanitation Management Tool for Decision Making in Isolated Areas in Brazil pelas opções buscar assunto ou buscar periódico – na segunda alternativa, indicando no campo de consulta o título International Journal of Environmental Research and Public Health ou código ISSN 1661-7827. Os interessados no tema também podem acessar o CataloSan (Catálogo de Soluções Sustentáveis de Saneamento) na página da Funasa. O material tem a mesma autoria do artigo científico.

O Portal de Periódicos autoriza a reprodução parcial ou total de suas notícias desde que seja citada a fonte: "Portal de Periódicos da CAPES"

Alice Oliveira dos Santos


Notícias relacionadas

  • 01.11.19
  • 00:11
Brasil registra 168 mil mortes por ano atribuíveis ao excesso de peso e à obesidade
Novo estudo tem autoria de ex-bolsista da CAPES e foi publicado pela revista científica Preventing Chronic Disease, disponível no acervo do Portal de Periódicos
  • 25.10.19
  • 00:10
Bolsista da CAPES descobre fóssil de mamífero
A descoberta foi feita ao analisar pegadas primitivas do período cretáceo. O trabalho do cientista Pedro Victor Buck está disponível no acervo do Portal de Periódicos
  • 16.10.19
  • 00:10
Clima afeta sentimentos das pessoas sobre determinadas cores
Segundo um novo estudo, o ser humano está mais propenso a associar amarelo à alegria quando vive em países mais frios e chuvosos. Artigo sobre o tema está disponível na Science
  • 06.08.19
  • 00:08
Poder analgésico do abacaxi é cientificamente comprovado
A bromelina – encontrada no abacaxi – é quimicamente conhecida desde 1875. Recente artigo científico publicado pelo Peptides detalha seus efeitos analgésicos
  • 29.07.19
  • 00:07
Pesquisadora brasileira fala sobre fruto amazônico com propriedades antioxidantes
Estudo sobre o tema foi aceito pela revista científica Food Research International, disponível no acervo do Portal de Periódicos da CAPES
Fim do contedo da pgina